Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Atirar dinheiro ao mar

por Pedro Delgado Alves, em 11.03.13

 

Mais um episódio na saga da Marina do Lugar de Baixo, um dos mais emblemáticos exemplos da gestão criteriosa de fundos na Região Autónoma da Madeira. 

 

Projectado para um custo inicial de 36,4 milhões de euros (com variadíssimas dúvidas quanto à sua utilidade e impacto positivo), desde o arranque da obra foram apontados erros na escolha do local, na concepção e na construção da obra. Pouco depois da inauguração, realizada no quadro das eleições regionais de 2004, ficou inoperacional. Desde então, as verbas para a correcção da obra têm corrido como uma ribeira para o mar e o investimento realizado já ultrapassa 100 milhões de euros. A esmagadora maioria dos técnicos consultados continua a insistir na inviabilidade da infra-estrutura e, teimosamente, a natureza veio mais uma vez confirmar que têm razão. 

 

Entretanto, noutro ponto da ilha, no mesmo registo, avança alegremente a obra do aterro do Funchal (que também mobilizou protestos da população e de diversas associações de defesa do ambiente, bem como a oposição frontal da Câmara Municipal do Funchal) e subsistem as dúvidas quanto à fonte de financiamento, permanecendo a suspeita de que beneficiou de parte das verbas canalizadas para a reconstrução dos danos causados pelo temporal de 20 de Fevereiro de 2011. 

 

Foi você que pediu mais uma Cuba libre ?

 

 

ADENDA: Segundos depois de colocar o post no ar, leio que pela primeira vez na história o Governo de Jardim submeterá um voto de confiança à Assembleia Legislativa Regional. A razão principalmente determinante aparenta ser responder à investigação da totalidade do Governo Regional pelo DCIAP, a operação Cuba Libre. Nada como a argumentação do "tribunal do povo à la Felgueiras" para inspirar confiança na qualidade da democracia.  

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 14:15






Filibuster, subs.

1. Utilização de tácticas de obstrução, tais como o uso prolongado da palavra, por membros de uma assembleia legislativa de forma a impedir a adopção de medidas ou a forçar uma decisão, através de meios que não violam tecnicamente os procedimentos devidos;

Filibuster, noun
1. The use of obstructive tactics, such as prolonged speaking, by a member of a legislative assembly to prevent the adoption of measure or to force a decision, in a way that does not technically contravene the required procedures;

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Comentários recentes




Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D