Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Foram-se os anéis?... Vendam-se os dedos!

por Teresa Fragoso, em 05.03.13

Parece que este Governo não tinha mais nada para vender, então decidiu vender @s portugues@s! Sim, é certo e sabido que somos um país de boa gastronomia, belas paisagens e gente acolhedora, mas o novo anúncio do Turismo de Portugal ultrapassa as marcas! http://www.youtube.com/user/VisitPortugal?feature=watch

 

Por um lado temos o sr. António representando este povo “pobrezinho mas muito asseado” de camisas brancas bem dobradas qual “Aldeia da roupa branca”. Depois temos um Daniel ao estilo “Zezé Camarinha” que qual tuga que se preze domina bem o taco e as bolas (de golf, pois) e “saca a holandesa”. Finalmente o tom paternalista sobre aquele professor de surf que quase foi um pai para o seu “piqueno” aprendiz.

 

E assim são @s portugues@s, o melhor povo do mundo. Tão simpáticos e tão pacíficos quando se manifestam-se nas ruas. Era só o que faltava a este Governo, tentarem fazer dinheiro com o turismo estrangeiro à custa d@s portugues@s, sem qualquer investimento na oferta turística e, pelo contrário, implementando políticas que arrasam com restaurantes, hotéis e afins. E digo turismo estrangeiro porque o “vá para fora cá dentro” há muito que está vedado aos tugas, desempregados muitos, e a contar tostões e sem subsídios todos os outros.

 

Se dúvidas houvesse este anúncio tornou claro que o Governo quer ser o nosso proxeneta: obriga-nos a trabalhar retirando-nos todos os direitos; insulta-nos, desrespeita-nos e fica com  todo o nosso dinheiro; e no final tem a lata de dizer que é para nosso bem, dos nossos filhos e que gosta muito de nós…

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:15





Filibuster, subs.

1. Utilização de tácticas de obstrução, tais como o uso prolongado da palavra, por membros de uma assembleia legislativa de forma a impedir a adopção de medidas ou a forçar uma decisão, através de meios que não violam tecnicamente os procedimentos devidos;

Filibuster, noun
1. The use of obstructive tactics, such as prolonged speaking, by a member of a legislative assembly to prevent the adoption of measure or to force a decision, in a way that does not technically contravene the required procedures;

Pesquisar

Pesquisar no Blog  

Comentários recentes




Arquivos

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D